Grávida dá à luz em calçada de Nova York enquanto esperava táxi

Grávida dá à luz em calçada de Nova York enquanto esperava táxi

Pedestres ajudaram Polly a realizar o parto e chamaram uma ambulância para ela.

Uma mulher grávida não teve tempo de chegar ao hospital para fazer o parto. Enquanto disputava um táxi nas ruas movimentadas de Nova York, por volta de 15h30min de segunda-feira, Polly McCourt, de 39 anos, se abaixou e, em menos de um minuto, deu à luz na esquina das ruas 68ª e 3ª. Seu porteiro tentava ajudá-la a conseguir um veículo para ir ao Hospital Lenox Hill, quando ela percebeu que a cabeça da menina já estava quase para fora. Pedestres ajudaram Polly a realizar o parto e chamaram uma ambulância para ela.


À espera de táxi em NY, grávida dá à luz na calçada e recebe ajuda de pedestres

O porteiro, Anton Rudovic, disse ao jornal New York Post que a menina não pode esperar. "Estava tudo normal e, do nada, ela gritou "Pare, pare". Perguntei o que estava errado e ela disse: "Estou tendo o bebê! Estou tendo o bebê agora!". Aconteceu tão rápido, em 1, 2, 3", contou.

No Twitter, pedestres postaram fotos do acontecido. ?Estava andando na 68ª e alguém ACABOU DE DAR À LUZ NA RUA?, escreveu uma testemunha, impressionada. Uma equipe da emissora Fox passava no local na hora do parto e registrou a ida de Polly ao hospital. Seu marido, Cian McCourt, estava chegando em casa quando viu a confusão na esquina.

?Eu estava dirigindo e, soube instintivamente que era a Polly. Mas temi o pior, que ela tinha desmaiado?, contou, à emissora. Uma pedestre chamada Isabel deu seu casaco a Polly para ela aquecer a filha. AO casal decidiu dar à menina, que é sua terceira filha, o nome do meio da estranha que lhes ajudou: Ila Isabel. ?Era para ser meu nome! Era para ser Ila Polly, agora é Ila Isabel, mas estamos muito felizes com isso. Ela é uma verdadeira nova-iorquina, nasceu nas ruas de Nova York?, disse Polly à Fox. Agora, Polly e Cian querem encontrar Isabel para devolver o casaco e agradecer pela ajuda.

Rudovic disse que o nascimento naquelas condições foi um milagre. "Ela me disse no dia anterior: "Todos os meus filhos saem tão rápido. Eles apenas pulam para fora. É inacreditável"", contou o porteiro.

Fonte: Extra