Acidente mata três parentes do Papa Francisco

Acidente mata três parentes do Papa Francisco

Acidente mata três parentes do Papa Francisco

Um acidente de trânsito provocou a morte de familiares do Papa Francisco. O sobrinho do pontífice, Emanuel Horacio Bergoglio, de 35 anos, dirigia o veículo que se chocou com um caminhão na autoestrada Rosário-Córdoba, na altura de James Craik, na Argentina, por volta de meia-noite desta terça-feira. Sua mulher Valeria Carmona, de 39 anos, e seus dois filhos, José, de 2, e Antonio, de 8 meses, morreram. Fotos de internautas mostram o local do acidente e o estado do veículo, um Chevrolet Spin. As informações são do jornal argentino Clarín.

De acordo com testemunhas, o caminhão estava saindo de um posto de gasolina e Bergoglio vinha na velocidade permitida quando colidiram. Valeria e o bebê Antonio morreram no local. Emanuel e José foram levados ao hospital, mas a criança não resistiu.

O sobrinho do Papa ainda está internado em estado grave. O porta-voz do hospital afirmou que ele corre risco de morte. “Ingressou à 1h com politraumatismo, fratura exposta do úmero direito e lesão hepática, que já foi operada. Ele respira com auxílio de aparelhos”, afirmou. O motorista do caminhão, Raúl Pombo, de 60 anos, ficou ileso.

Papa não irá à Argentina

Emanuel é filho do irmão do Papa, Alberto Bergoglio, que já morreu. Em sua página no Facebook, o sobrinho do religioso segue várias páginas relacionadas à Igreja Católia e ao seu tio.

Segundo o jornal argetino La Nación, o padre Federico Lombardi, porta-voz do Vaticano, Francisco reagiu com tristeza à notícia do acidente. Ele teria pedido que todos que compartilham de sua dor se unissem em oração pela família. O jornal aponta, contudo, que não há possibilidade de o Papa ir à Argentina visitar o sobrinho. Eles lembram a ocasião em que sua única irmã viva, María Elena, caiu doente e ele tampouco pode deixar o Vaticano e sua agenda oficial.





Fonte: Globo.com