Advogados tentam evitar pena para médico de M. Jackson

Advogados tentam evitar pena para médico de M. Jackson

Conrad Murray voltará à corte no dia 29 de novembro, quando será definida sua pena

Os advogados do Dr. Conrad Murray pretendem pedir na corte, no final do mês, para que o médico, considerado culpado pela morte de Michael Jackson, seja sentenciado à liberdade condicional.

O médico corre o risco de ser condenado a quatro anos de prisão, mas seus advogados acreditam podem conseguir uma pena mais branda, no dia 29 de novembro.

Fontes contaram ao TMZ que Mike Flanagan e Ed Chernoff irão pressionar o juiz para que seu cliente seja posto em condicional já que o médico não tem antecedentes criminais, é um cidadão modelo e foi um bom médico durante toda sua vida profissional.

No momento, os advogados estão recolhendo depoimentos de pacientes de Murray para demonstrar para a corte seu comprometimento com a medicina.

Murray saiu do tribunal, no último dia de julgamento (7 de novembro), direto para a prisão, onde ficará enquanto aguarda a sentença.

Fonte: OFuxico, ofuxico.terra.com.br