Afegã é ameaçada após protesto com 'lingerie de ferro'

Em manifestação contra assédio a mulheres, artista planejava andar com armadura por 10 minutos, mas foi cercada por multidão enfurecida.

Uma artista afegã foi forçada a se esconder depois de receber ameaças de morte por vestir uma espécie de armadura de metal com seios e nádegas exagerados.

Kubra Khademi usou a "lingerie de ferro" em uma performance nas ruas de Cabul para chamar atenção para o assédio sexual enfrentado pelas mulheres.

Ela planejava fazer uma caminhada de dez minutos, mas foi forçada a voltar para seu carro por uma multidão de homens enfurecidos depois de apenas oito minutos.



Fonte: G1