Jovem tem filho sadio após ser brutalmente agredida aos 9 meses

Jovem tem filho sadio após ser brutalmente agredida aos 9 meses

Segundo a polícia, britânica só não perdeu o bebê porque conseguiu lutar com o agressor

A britânica Terri Turner estava grávida de quase nove meses quando foi brutalmente agredida a caminho do hospital. Um mês depois, a adolescente de 19 anos deu à luz Noah, um garoto saudável e que, felizmente, não teve nenhuma sequela consequente da agressão.

Segundo o site inglês Daily Mail, Terri foi espancada e ficou com o rosto desfigurado após um homem desconhecido avançar sobre ela.Sem qualquer motivo, ele começou a bater em seu rosto e a chutá-la.

Após vários golpes, coberta de sangue e gemendo de dor, Terri gritou pedindo ajuda enquanto o homem continuava a dar golpes em sua cabeça. Alguns minutos depois, um transeunte parou para ajudá-la.

Assim que chegou no hospital, a britânica fez curativos e recebeu tatamento para os ferimentos mais graves, além de fazer uma bateria de exames que constatou que seu bebê estava vivo e passava bem.

Um porta-voz da polícia disse que ela só não morreu ou perdeu o bebê porque, mesmo grávida, conseguiu lutar com o agressor. ?Não está clara qual a motivação do ataque, mas precisamos de ajuda da população para identificar o responsável?, afirmou um dos oficiais. Para isso, foram espalhados diversos cartazes na cidade com a descrição do suspeito.

Apesar do susto e do trauma com a agressão, Terri teve um bebê sadio e se recupera feliz com o filho em seus braços.

Fonte: Crescer