Alemanha pede que Coreia do Norte garanta a segurança das embaixadas

O regime norte-coreano de Kim Jong-un recomendou que as embaixadas sejam evacuadas

O governo alemão pediu neste sábado que a Coreia do Norte cumpra com suas obrigações e garanta a segurança das embaixadas no país, ao mesmo tempo que qualificou como inaceitáveis as ameaças lançadas contra a Coreia do Sul.


Alemanha pede que Coreia do Norte garanta a segurança das embaixadas

O ministro das Relações Exteriores, Guido Westerwelle, lembrou através de comunicado que a Coreia do Norte deve respeitar "as normas de Direito Internacional" e garantir a segurança e operabilidade das representações diplomáticas em seu território.

"Os cenários de ameaças e retórica bélica" lançadas desde Pyongyang são "inaceitáveis" e colocam em perigo "a estabilidade de toda a região", diz o comunicado.

Westerwelle acrescenta que a segurança da embaixada alemã está sendo "avaliada permanentemente" e que está o tempo todo sendo "convenientemente informado" sobre a situação.

Até o momento, a operabilidade da legação diplomática se mantém, afirma o ministro, mas a situação está sendo, além disso, analisada em contato com as restantes embaixadas da capital norte-coreana.

O regime norte-coreano de Kim Jong-un recomendou que as embaixadas sejam evacuadas perante a possibilidade de não poder garantir a segurança em caso de guerra, mas até agora os países mantiveram a presença no local.

Entre os países que têm embaixada em Pyongyang figuram Rússia, Alemanha, Reino Unido, China, Irã, Cuba, Brasil, Suécia, Polônia, República Tcheca, Bulgária, Romênia, Índia, Paquistão, Síria.

Fonte: Terra, www.terra.com.br