Aluna lésbica pede para levar namorada como par, e escola cancela baile nos EUA

Caso foi parar na Justiça em Fulton, no estado do Mississippi.

A estudante Constance McMillen, de 18 anos, checa suas redes sociais nesta quinta-feira (11) na escola agrícola do condado de Itawamba, em Fulton, no estado americano do Mississippi. Constance, que é assumidamente lésbica, queria ir ao baile da escola com sua parceira do mesmo sexo, vestindo um terno, mas não teve permissão da escola.

O distrito escolar chegou a anunciar a proibição de casais do mesmo sexo na festa. Uma organização pró-direitos civis, a American Civil Liberties Union, apelou ao distrito escolar para que ela pudesse levar a parceira ao baile, mas, na quarta-feira, a escola, sem citar diretamente o caso de Constance, preferiu cancelar a festa, marcada para abril. A organização recorreu a um tribunal distrital em nome da aluna, para garantir a liberdade de expressãod ela e realização da festa.

Fonte: g1, www.g1.com.br