Americano é acusado de deixar pit bull "cuidando" de um bebê

James Irvine, de 41 anos, foi processado por negligência na Flórida.

Um americano foi processado por negligência por ter deixado seu filho, um bebê de 10 meses, sob os cuidados de seu cão pit bull enquanto ia ao bar.

James Irvine, de 41 anos, morador de Palm Coast, na Flórida, foi preso no sábado, segundo a polícia do condado de Flager.

A mãe da criança chamou a polícia ao ficar sabendo que Irvine havia deixado o bebê sozinho enquanto saía para beber. Ela estava trabalhando na hora.

A polícia relatou que ele disse a ela que "o pit bull estava cuidando da criança".

O bebê estava em seu quarto, com a porta fechada, chorando, quando ela chegou em casa.

O cão estava sentado fora do quarto.

Fonte: G1