Amy Winehouse: Segurança particular presenciou a morte da cantora, diz amigo

Amy Winehouse: Segurança particular presenciou a morte da cantora, diz amigo

Segundo Chris Goodman, a cantora britânica morreu sozinha na cama em seu apartamento

Chris Goodman, representante e amigo de Amy Winehouse, afirmou ao site TMZ neste domingo (24) que a cantora "morreu sozinha na cama".

Ainda segundo Goodman, a morte teria sido presenciada por um segurança particular, que havia sido destacado para cuidar de Amy. Foi este homem quem chamou o resgate, disse o assessor.

"Ela estava no quarto dela, depois de dizer que queria dormir. E quanto ele [o segurança] foi acordá-la, percebeu que ela não estava respirando", contou Goodman ao TMZ. "Ele chamou os serviços de emergência imediatamente. Ele estava em choque. Neste momento, ninguém sabe como ela morreu. Ela morreu sozinha na cama", completou.

Amy, que estava com 27 anos, foi encontrada morta em seu apartamento, na Camden Square, neste sábado. Segundo a Polícia Metropolitana de Londres, o óbito foi declarado ainda no local. A causa da morte ainda não foi determinada.

Na manhã do domingo, a polícia anunciou que a necrópsia no corpo da inglesa não será realizada antes de segunda-feira. Segundo a imprensa britânica, o funeral deve ser realizado na terça, assim que a perícia for concluída.

Tabloides ingleses publicaram neste domingo relatos de que Amy teria comprado grandes quantidades de drogas, incluindo cocaína e ecstasy, às vésperas de sua morte. A polícia, no entanto, avaliou que as especulações sobre as circunstâncias do óbito são "inadequadas".

Também neste domingo, a família de Amy divulgou comunicado lamentando a morte da cantora. "Ela deixa uma lacuna em nossas vidas", diz a nota, que a define como "sobrinha, irmã e filha maravilhosa. Estamos nos reunindo para nos lembrar dela e gostaríamos de privacidade e espaço neste momento terrível."





Fonte: g1, www.g1.com.br