Anglicano acusa Cameron de alienar jovens cristãos com casamento gay

George Carey afirmou que o plano de Cameron para legalizar o casamento gay esconde um agressivo método secularista

O primeiro-ministro britânico, David Cameron, está alienando os cristãos ao promover o casamento gay, disse neste sábado um influente ex-líder da Igreja Anglicana, que possui 80 milhões de membros em todo o mundo.

Em um artigo com palavras fortes, o ex-arcebispo de Canterbury George Carey afirmou que o plano de Cameron para legalizar o casamento gay esconde um agressivo método secularista que ameaça a ligação entre a Igreja e o Estado.

Os comentários repercutem grandes preocupações com a proposta entre alguns cristãos, e também salientam os grandes desafios de Cameron, cujos esforços para modernizar o Partido Conservador, de centro-direita, irritaram alguns tradicionais eleitores da legenda.

"Eu acredito que o perigo que o governo está trazendo com seu método quanto ao casamento e à liberdade religiosa é a alienação da grande maioria das pessoas, que há apenas alguns anos eram consideradas o pilar da sociedade", afirmou Carey no jornal Daily Mail.

Os comentários de Carey ocorrem em um período ruim para Cameron, que, enquanto a economia patina, tenta se aproximar de eleitores da direita com um rígido discurso sobre imigração e União Europeia.

O ex-líder anglicano também condenou o que viu como falta de apoio governamental para os cristãos que escolhem exibir uma cruz no trabalho, prática que foi desafiada no passado devido a regras sobre expressão religiosa no ambiente corporativo.

Fonte: UOL