Aos 19anos, miss equatoriana morre durante cirurgia plástica ganha em concurso

Ela estava pensando em presentear alguém com a operação, mas no fim das contas se convenceu", disse o irmão da Miss, Daniel Zavala

Catherine Cando, uma estudante de medicina equatoriana, morreu durante uma cirurgia plástica que ganhou no concurso Reina de Durán em outubro do ano passado. Ela tinha 19 anos.

De acordo com os jornais locais, a modelo ganhou como prêmio o procedimento, além de um carro e um tablet ao ser coroada vencedora da competição. As publicações ainda afirmam que, no início do mês, ela havia afirmado que não estava interessada em uma lipoaspiração, já que havia planejado fazer exercícios. O artigo do site RPP explica que os próprios juízes da competição afirmaram que ela estava com "uns quilos a mais". "Antes da cirurgia, ela recebeu muitas ligações do médico tentando a convencer a fazer isso, mas ela dizia não.

Ela estava pensando em presentear alguém com a operação, mas no fim das contas se convenceu", disse o irmão da Miss, Daniel Zavala, ao jornal El Telegrafo. Autoridades locais agora investigam o caso. Os promotores do caso acreditam em negligência e os dois médicos envolvidos foram presos. "Me disseram que foi um edema cerebral, mas funcionários da clínica afirmam que ela teve um ataque cardíaco. Pedi exames para descobrir exatamente o que aconteceu. De qualquer forma, acredito em negligência porque não havia nenhuma estrutura no local e os médicos não souberam explicar nada sobre o caso", afirmou o advogado Carlos Reyes.


Fonte: Terra