Após 16 anos, ex-mulher de pedófilo Dutroux sai da prisão

Michelle ficará reclusa finalmente em um convento no sul da Bélgica.


Ex-mulher de pedófilo belga sairá da prisão após 16 anos

A ex-esposa do pedófilo belga Marc Dutroux, condenada a 30 anos de prisão como cúmplice do sequestro e estupro de várias meninas nos anos 90, ficará em liberdade provisória, após cumprir 16 anos da pena, desde que permaneça reclusa em um convento, informou nesta terça-feira a imprensa belga.

Um tribunal de Mons, no sul da Bélgica, aceitou hoje o plano de reabilitação de Michelle Martin, 52 anos, proposto por seu advogado, mas rejeitou sua entrada em conventos da província de Liège ou Luxemburgo.

Michelle ficará reclusa finalmente em um convento no sul da Bélgica. A defesa já havia tentado sem sucesso sua libertação em troca de seu ingresso em um convento na França, mas as autoridades francesas se recusaram a acolhê-la em seu território.

Michelle Martin foi condenada em 2004 por ter participado do sequestro de várias das vítimas do pedófilo e por ter deixado morrer de fome duas delas, de 8 anos, encarceradas em um esconderijo subterrâneo na casa do casal em Charleroi.

Dutroux, de quem se divorciou em 2003, foi condenado à prisão perpétua pelo sequestro e estupro de seis meninas entre junho de 1995 e agosto de 1996, além do assassinato das duas que morreram presas e de um casal supostamente cúmplice dos crimes.

Fonte: Terra