Após 65 anos casados, americanos morrem com 11 h de diferença

Após 65 anos casados, americanos morrem com 11 h de diferença

"Eles queriam estar juntos em todos os momentos e foi assim", comentou uma filha do casal, Margaret Knapke.

Após 65 anos de casamento, os americanos Harold e Ruth Knapke morreram com apenas onze horas de diferença entre um e outro, nesta segunda-feira. Segundo o jornal The Washington Post, eles estavam internados no mesmo quarto de um hospital na cidade de Dayton, no Estado de Ohio, desde o último dia 11.

"Eles queriam estar juntos em todos os momentos e foi assim", comentou uma filha do casal, Margaret Knapke.

Harold, de 91 anos, morreu primeiro. Após algumas horas, enfermeiros informaram sobre a morte de Ruth, de 89. A família não especificou se os dois sofriam de alguma doença e divulgou que estavam "a alguns dias de completar o 66º aniversário juntos".

Os dois se conheceram na infância e começaram a namorar pouco antes da II Guerra Mundial, quando Harold serviu o Exército americano. Na volta, ele se tornou professor e ela cuidou dos seis filhos que tiveram.

Fonte: Terra