Após bomba ser desativada, Rainha Elizabeth 2ª visita Irlanda

O Exército irlandês desativou uma bomba de fabricação caseira nas redondezas de Dublin, horas antes da chegada da rainha para a visita histórica.

A rainha Elizabeth 2ª chegou nesta terça-feira à Irlanda para a primeira visita de um monarca britânico desde a independência irlandesa em 1921. A viagem conta com um amplo aparato de segurança após ameaças de ataques de dissidentes.



O Exército irlandês desativou uma bomba de fabricação caseira nas redondezas de Dublin, horas antes da chegada da rainha para a visita histórica. Segundo informou um porta-voz militar, o explosivo estava no compartimento de bagagem de um ônibus na localidade de Maynooth, no condado de Kildare. A equipe antibombas do Exército produziu uma explosão controlada.

Grupos dissidentes do inativo Exército Republicano Irlandês (IRA) se opõem à viagem. A polícia britânica informou ontem que membros do IRA ameaçaram instalar uma bomba no centro de Londres.

Apesar do incidente, o Escritório britânico de Relações Exteriores informou que a visita da rainha acontecerá como planejado.

Durante a visita, Elizabeth 2ª percorrerá alguns dos locais simbólicos do nacionalismo irlandês e do conflito entre os dois países durante séculos.

A rainha e seu marido, o duque de Edimburgo, chegaram ao aeroporto militar de Baldonnel, perto de Dublin, onde foram recebidos por comandantes do Exército irlandês. De lá, ambos partiriam para a casa da presidente irlandesa, Mary McAleese, para receber as boas-vindas oficiais.

No mesmo local, será realizado o plantio de uma árvore que simboliza o começo de uma "nova era de entendimento", afirmou nesta segunda-feira o primeiro-ministro irlandês, Enda Kenny, ao ressaltar a importância da visita.

Fonte: Folha.com