Após escândalo, dono da empresa PIP de silicone acaba preso

Após escândalo, dono da empresa PIP de silicone acaba preso

Ele foi preso na casa de sua companheira, segundo a polícia.

A polícia da França prendeu nesta quinta-feira (26) Jean-Claude Mas, o fundador da empresa PIP de próteses mamárias, que se encontram no centro de um escândalo sanitário internacional e é alvo de processos, segundo a polícia.

"Jean-Claude Mas foi detido no domicílio de sua companheira e colocado sob custódia", afirmou a fonte.

Mas foi preso devido a uma investigação iniciada em dezembro na cidade de Marselha (sul da França) sobre as implicações sanitárias das próteses mamárias PIP.

A empresa está no centro de um escândalo mundial, que diz respeito a milhares de mulheres em inúmeros países, inclusive o Brasil, por causa da fabricação de implantes mamários de silicone defeituosos.

O escândalo se intensificou em dezembro, ao revelar-se que essas próteses continham um aditivo para combustíveis. Mas negou à época que seu produto ofereça risco à saúde.

Ele deve ser processado por homicídio culposo.

Fonte: g1, www.g1.com.br