Após matar girafa, zoo da Europa matará família de leões saudáveis

Após matar girafa, zoo da Europa matará família de leões saudáveis

Segundo o zoológico, os quatro eram os leões mais fracos, e não conseguiriam se defender de um novo leão

Pouco mais de um mês após matar a girafa Marius, o Zoológico de Copenhagen, na Dinamarca, tirou a vida de mais quatro animais: dois filhotes e dois leões adultos. Todos, assim como Marius, em saúde perfeita.

De acordo com o jornal britânico The Guardian, a medida foi tomada para poupar sofrimento dos animais. Segundo o zoológico, os quatro eram os leões mais fracos, e não conseguiriam se defender de um novo leão, feroz e de comportamento agressivo, que chegou na segunda-feira (24) no local. "Eles seriam atacados pelo leão na primeira oportunidade e não resistiriam aos ferimentos", justifica o Zoológico de Copenhagen. "Esse é um tipo de comportamento que faz parte da natureza dos leões."

Os veterinários pretendem fazer com que o leão, de aproximadamente 130 quilos, cruze com as duas leoas do zoo, que chegaram, recentemente, à fase ideal para procriação. "Estamos orgulhosos de ser um dos poucos zoológicos do mundo a criar sua própria ninhada de leões", afirma Steffen Straede, um dos diretores do zoo.

O zoo afirmou que, apesar das tentativas, não conseguiu encontrar um novo lar para a família de leões. A eutanásia dos quatro animais foi realizada na segunda-feira (24), horas antes de o novo leão ser alocado junto com as leoas. Diferentemente de Marius, os quatro leões não foram dissecados na frente dos visitantes do zoo. Os quatro animais pertenciam à mesma famíla.

Há mais de um mês, a girafa Marius teve o mesmo destino dos leões. Sua morte foi internacionalmente repercutida. O animal fora morto e dissecado na frente dos visitantes - inclusive, muitas crianças. Na época, parte da imprensa e ativistas dos direitos dos animais criticaram a conduta do zoológico e disseram que não havia justificativas plausíveis para cometer a eutanásia. No caso de Marius, os veterinários argumentaram que ele deveria morrer porque corria o risco de cruzar com parentes próximos. Assim como no caso dos quatro leões, o zoológico afirmou que não havia espaço físico para alocar o animal. Nos dois casos, matar os animais foi uma solução mais fácil e rápida do que encontrar um novo lar para eles.


Após matar girafa, zoo da Europa vai matar família inteira de leões saudáveis

Uma das duas leoas do Zoológico de Copenhagen


Após matar girafa, zoo da Europa vai matar família inteira de leões saudáveis

Há mais de um mês, visitantes do Zoo de Copenhagen puderam assistir à necrópsia e desmembramento da girafa Marius

Fonte: épocaglobo