Após uma viagem, Cristina Kirchner é hospitalizada com bursite no quadril

Presidente argentina em seu primeiro discurso à população, após 42 dias de reclusão

A presidente argentina, Cristina Kirchner, deverá se submeter a um tratamento de fisioterapia devido a um quadro "compatível com uma bursite do trocanter esquerdo", uma inflamação da bolsa da sinóvia do quadril, segundo um boletim médico divulgado nesta quinta-feira pela presidência.


Após viagem, Cristina Kirchner é hospitalizada com bursite no quadril

Cristina foi internada ontem à noite no Hospital Austral de Buenos Aires com sintomas de "lombociatalgia", dor na parte inferior das costas e, após ser submetida a exames radiológicos e de ressonância magnética nuclear no Hospital Austral de Buenos Aires, foi diagnosticada uma bursite do trocanter esquerdo.

A equipe de traumatologia do hospital especificou que foi indicado à chefe de Estado argentina "tratamento de fisiokinesis e que seu estado será controlado periodicamente para constatar sua evolução".

Cristina Kirchner, 60 anos, voltou antecipadamente na quarta-feira de Havana, onde havia participado de uma cúpula regional.

Foi sua primeira viagem ao exterior após a neurocirurgia à qual se submeteu em outubro passado por um hematoma craniano que a obrigou a fazer um mês de estrito repouso.

O governante retomou suas funções em meados de novembro, mas desde então diminuiu sensivelmente seus pronunciamentos públicos e mantém grande parte de sua atividade na residência presidencial de Olivos, nos arredores de Buenos Aires.

Fonte: Terra