Aposentado, de 66 anos, quase teve órgão sexual amputado por overdose de Viagra na Colômbia

Aposentado, de 66 anos, quase teve órgão sexual amputado por overdose de Viagra na Colômbia

Um aposentado sofreu uma amputação por overdose

O senhor Gentil Ramírez Polania, de 66 anos, que não teve o nome divulgado, é colombiano, morador da cidade de Gigante, perto do departamento de Huila.

Ele procurou ajuda médica com extrema urgência após perceber que algo estava errado quando tomou diversas pílulas do medicamento viagra. Seu desespero começou quando sua ereção se prolongou por vários dias.

Ao examinar seus órgãos genitais, os médicos perceberam que existia uma fratura com uma inflamação provocada por uma gangrena começando a se espalhar por todo o corpo.

O diagnóstico chocante não deixava opção: era necessária a retirada do órgão ou o paciente poderia morrer de infecção generalizada. Após administrar vários medicamentos, constatou-se que não havia mais a necessidade de remover o órgão e que seria possível preservá-lo.

?O paciente apresentou hematomas nos testículos e no pênis e foi tratado, e está se recuperando bem?, disse um dos médicos em nota oficial do Hospital de Neiva.

O hospital ainda salientou para que pacientes masculinos não tomem, em nenhuma hipótese, o medicamento viagra sem prescrição médica.

Tomar o medicamento sem orientação de um profissional pode provocar sérios riscos à saúde.

Fonte: jornalciencia.com