Argentina condena sete à prisão perpétua por crimes na ditadura

No julgamento foram condenados outros três ex-militares.

Sete militares e policiais foram condenados à prisão perpétua nesta sexta-feira em um julgamento por crimes contra a humanidade realizados durante a ditadura argentina (1976-1983) na província de Mendoza (oeste), informou a Suprema Corte.

No julgamento, que analisa crimes contra cerca de vinte vítimas, também foram condenados outros três ex-militares a penas de entre cinco e 18 anos de prisão, disse.

Fonte: Terra