Neste domingo, argentinos vão às urnas para eleições legislativas

Neste domingo, argentinos vão às urnas para eleições legislativas

Mais de 30 milhões de argentinos escolhem senadores e deputados. Pela 1ª vez, jovens com idade entre 16 e 17 anos estão aptos a votar.

Mais de 30 milhões de argentinos começaram a votar neste domingo (27) em eleições legislativas que renovam metade da Câmara dos Deputados e um terço do Senado.

É uma eleição vital na metade do mandato da presidente Cristina Kirchner(mandato vai até 2015), que se recupera de uma cirurgia para a extração de um hematoma no crânio realizada em 8 de outubro.

No pleito, os argentinos devem eleger 127 deputados nacionais com mandato até 2017 e 24 senadores com mandato até 2019.

Pela primeira vez, cerca de 750 mil jovens com idade entre 16 a 17 anos, metade da população dessa faixa etária, estarão aptos a votar nas eleições, depois de terem renovado seus documentos de identidade, segundo o governo. A participação deste grupo não é obrigatória, assim como no Brasil, onde a obrigatoriedade é a partir dos 18 anos.

Após essa idade, o voto é obrigatório ? quem não comparecer aos colégios eleitorais terá que pagar uma multa de 100 pesos argentinos (cerca de R$ 37).

Fonte: G1