Artistas e políticos pedem libertação de iraniana. Veja!

Personalidades enviaram carta aberta ao líder supremo do Irã, aiatolá Ali Khamenei

Mais de 80 artistas, acadêmicos e políticos - como o ator americano Robert Redford, o cantor britânico Sting e o ex-ministro francês Bernard Kouchner - divulgaram nesta segunda-feira (13) uma carta pedindo a libertação da iraniana Sakineh Mohammadi Ashtiani, condenada à morte por apedrejamento em um caso de adultério e homicídio.

Na carta, publicada na primeira página do jornal britânico The Times, os signatários pedem ao líder supremo do Irã, aiatolá Ali Khamenei, e ao presidente do país, Mahmoud Ahmadinejad, que tenham piedade de Sakineh.

- Sakineh Mohammadi Ashtiani já sofreu bastante.

A iraniana foi originalmente foi condenada à morte por apedrejamento, sob a acusação de adultério. Diante da reação internacional ao caso, a pena foi comutada para enforcamento, por suposta cumplicidade no homicídio de seu marido.

As personalidades também pedem que o governo do Irã liberte imediatamente a mulher, seu filho Sajad Ghaderzade e o advogado dela, Javid Houtan Kian.

Entre os signatários estão ainda Catherine Ashton, chefe de política externa da União Europeia, Ed Miliband, líder do Partido Trabalhista britânico, o ator americano Robert De Niro, Bertrand Delanoe, prefeito de Paris, e o escritor nigeriano Wole Soyinka, Prêmio Nobel de Literatura.

A União Europeia já classificou a sentença de "bárbara", enquanto o Vaticano pediu clemência à iraniana e o Brasil ofereceu asilo. O Irã, no entanto, diz que não aceita interferências estrangeiras nos seus assuntos judiciários.

Fonte: R7, www.r7.com