Avião da British Airways atinge prédio em aeroporto na África

Avião da British Airways atinge prédio em aeroporto na África

O Boeing 747-400, com cerca de 180 passageiros a bordo, taxiava na pista do aeroporto O.R. Tambo International

Um avião operado pela British Airways a caminho de Londres, na Inglaterra, bateu com sua asa direita em um prédio em um aeroporto de Johanesburgo enquanto se preparava para decolar no fim da tarde desse domingo (22/12), informaram autoridades aeroportuárias da África do Sul.

O Boeing 747-400, com cerca de 180 passageiros a bordo, taxiava na pista do aeroporto O.R. Tambo International quando a asa atingiu o prédio, disse a Empresa de Aeroportos da África do Sul (ACSA, na sigla em inglês) em comunicado nesta segunda-feira.

Ninguém no avião ficou ferido, mas quatro funcionários de solo que estavam no edifícios sofreram ferimentos leves, disse a ACSA.

A aeronave seguiu em frente e não houve interrupção das operações, disse a ACSA, acrescentando que as investigações estão em andamento. Fotos publicadas no Twitter mostraram a asa do Boeing 747 presa no meio de um edifício de tijolos.

A ACSA informou que o avião trafegava em uma pista muito estreita para seu tamanho. Segundo o porta-voz da Autoridade de Aviação Civil da África do Sul, o acidente foi motivado por um erro do piloto. "A torre de controle informou à equipe que pegasse uma pista e eles pegaram a pista errada", disse.

O passageiro John Hart, que estava no avião, afirmou à BBC que ouviu um forte barulho quando o avião se preparava para decolar.

Ele acrescentou que, logo em seguida, o capitão descreveu o barulho como um "pequeno incidente", "mas todo mundo que estava sentado do lado direito do avião viu o que realmente tinha acontecido", afirmou.

Hart disse também que os passageiros só puderam desembarcar uma hora depois do que aconteceu e, por causa de um vazamento de combustível, também não conseguiram reaver suas bagagens.

Segundo a ACSA, órgão que cuida da logística dos aeroportos na África do Sul, o avião foi retirado da pista e as operações prosseguiram normalmente. Uma investigação para apurar os motivos do acidente foi aberta pelas autoridades locais.

Fonte: Tribuna da Bahia