Astronautas de EUA e Rússia voltam à Terra após 6 meses no espaço

Soyuz pousou em segurança nas estepes do Cazaquistão

Um americano e dois russos regressaram na madrugada desta quarta-feira (7) à Terra, ao final de uma missão de seis meses a bordo da Estação Espacial Internacional, informou a Nasa.

O astronauta da Nasa Jeff Williams, que tem agora o recorde americano de 534 dias no espaço ao longo de quatro missões, pousou com seus colegas russos Alexey Ovchinin e Oleg Skripochka às 7h13 local (22h13 em Brasília) nas estepes do Cazaquistão, a bordo de uma capsula Soyuz.

Americano Jeff Williams e os russos Alexey Ovchinin e Oleg Skripochka descansam após voltarem da ISS (Crédito: Nasa)
Americano Jeff Williams e os russos Alexey Ovchinin e Oleg Skripochka descansam após voltarem da ISS (Crédito: Nasa)

"Touchdown! Bem-vindos à casa @Astro_Jeff, oficialmente de regresso à Terra após 172 dias de missão e um total de 534 dias em 4 missões", celebrou a Nasa no Twitter.

Sorrindo, Williams falou em um telefone por satélite logo após o pouso, antes de ser submetido a exames médicos, segundo imagens transmitidas pela Nasa.

Williams realizou cinco saídas ao espaço para instalar um adaptador de atracamento para as futuras capsulas da Boeing e SpaceX.

Williams, 58 anos e coronel da reserva, bateu o recorde de permanência no espaço do seu compatriota Scott Kelly, de 520 dias em órbita. O recorde geral de permanência no espaço é do russo Gennady Padalka, com 879 dias.

Cápsula Soyuz TMA-20M pousa nas estepes do Cazaquistão (Crédito: Nasa)
Cápsula Soyuz TMA-20M pousa nas estepes do Cazaquistão (Crédito: Nasa)


Fonte: Com informações do G1