Ataque de Israel mata bebê, filho de jornalista

Bombardeio israelense mata também cunhada e deixa irmão e outro filho de Jihad Masharawi feridos.

A família do jornalista da BBC Jihad Masharawi está entre as vítimas civis da recente onda de ataques entre Israel e a faixa de Gaza.


Ataque de Israel mata bebê, filho de jornalista

Mashhrawi, editor de fotografia da seção árabe do Serviço Mundial da BBC, perdeu seu filho de 11 meses, Omar, durante um bombardeio em sua casa na Cidade de Gaza. O bebê morreu no hospital, com queimaduras na maior parte do corpo.

A cunhada de Masharawi também morreu. Seu outro filho, Ali, e seu irmão estão no hospital com ferimentos graves.

"O que o meu filho fez para morrer assim?", lamentou Masharawi . "Qual foi o seu erro? Ele tem dez ou onze meses, o que ele fez?"

A violência vem aumentando em Gaza e no sul de Israel depois que ataques israelenses na quarta-feira mataram mais de dez palestinos, entre eles o chefe do braço militar do Hamas, Ahmed Said al-Jaabari.

Nesta quinta-feira, o governo de Israel divulgou imagens da operação que matou Jaabari. O vídeo aéreo mostra o carro de Jaabari sendo monitorado pelos militares. Poucos segundos depois, o carro é atingido por um bombardeio. Jaabari, de 46 anos, morreu na hora.

Em um discurso, o primeiro-ministro de Israel, Benjamin Netanyahu, disse que o país está "preparado para tomar qualquer ação necessária" para se defender.

Pouco depois, o líder político do Hamas, Khaled Meshal, que vive exilado no Sudão, disse que "Israel jamais derrotará a Faixa de Gaza".

Fonte: G1