Ataque: Suicida de burca mata 40 pessoas no Paquistão neste sábado

Ataque: Suicida de burca mata 40 pessoas no Paquistão neste sábado

Ataque ocorreu durante distribuição de alimento em Bajaur.

Uma pessoa vestindo uma burca matou ao menos 40 outras que esperavam por ajuda no Paquistão, neste sábado (25), disseram autoridades. O ataque ocorreu na região de Bajaur, na fronteira com o Afeganistão, um dia depois de um confronto entre insurgentes talibãs paquistaneses e forças de segurança na região de Mohmand, que deixou 11 soldados e 24 militantes mortos.

"Eu mesmo contei 40 corpos, mas o número de mortos pode aumentar à medida que vários feridos estão em estado crítico", disse Dosti Rehman, funcionário do principal hospital público em Bajaur, à agência de notícias Reuters.

Zakir Hussain, um alto oficial do governo em Bajaur, confirmou o número de mortos e disse que 60 membros de tribo ficaram feridos. Ele disse que o número de mortos pode subir, pois alguns dos feridos estavam em estado crítico. Várias mulheres e crianças estavam entre as vítimas, segundo autoridades.

O suicida, que vestia uma burca da cabeça aos pés, ainda não teve o gênero confirmado, segundo a agência Reuters. Já de acordo com a Associated Press, uma mulher realizou o ataque.

Os explosivos foram detonados quando centenas de pessoas da tribo Salarzai estavam indo em direção a um centro de distribuição alimentar, montado pelo Programa Mundial de Alimentação para pessoas deslocadas por anteriores combates entre as forças de segurança e militantes da ligados à al-Qaeda.

Um porta-voz do Programa disse que o ataque ocorreu quando as pessoas passavam por uma vistoria de segurança.Testemunhas disseram que o atacante lançou granadas antes de detonar a bomba.

"Primeiro houve duas pequenas explosões e as pessoas começaram a correr para se esconder. Mas em poucos segundos, houve uma explosão grande e havia corpos espalhados por toda parte", disse a testemunha Hussain Ahmed. "Foi muito assustador."

Fonte: g1, www.g1.com.br