Ataque suicida durante casamento mata 23 na província de Samangan, diz fonte oficial

Ataque suicida durante casamento mata 23 na província de Samangan, diz fonte oficial

O ataque ocorreu por volta das 7h30 locais (0h de Brasília) no distrito de Aybak.

Pelo menos 23 pessoas morreram - entre elas um deputado nacional - e dezenas ficaram feridas em um ataque suicida perpetrado durante um casamento na província afegã de Samangan, informaram fontes oficiais neste sábado.

O ataque ocorreu por volta das 7h30 locais (0h de Brasília) no distrito de Aybak, na província nortista de Samangan, informou à Agência Efe o chefe da Polícia provincial, Khalil Andarabi.

"De acordo com nossos dados, há dúzias de feridos, sendo que a maioria está em estado crítico. Já estão sendo transportados ao hospital provincial pelas forças de segurança", assinalou Andarabi.

Segundo diferentes fontes, entre os mortos está um conhecido "senhor da guerra" afegão, Ahmad Khan, que fazia parte do Parlamento do país e era uma das principais referências de poder na província de Samangan.

O suicida, de acordo com outra fonte policial, entrou no salão de bodas do hotel Qasre Almas, na cidade de Aybak, onde o próprio Ahmad Khan oferecia uma recepção para celebrar o casamento de sua filha diante de dezenas de convidados, alguns de alta categoria.

"O agressor abraçou Ahmad Khan Samangani e detonou seu colete explosivo", afirmou a fonte.

Entre os presentes estavam o comandante do Exército Sayed Ahmad Samay, chefe provincial dos serviços secretos afegãos, que morreu.

Até o momento nenhum grupo se responsabilizou pelo ataque. Um porta-voz dos insurgentes talibãs, Zabihullah Mujahid, assegurou à agência afegã "AIP" que suas milícias estavam ao corrente do fato, mas disse não estar em posição de reivindicar a responsabilidade.

Fonte: Yahoo