Ataques aéreos matam pelo menos 40 pessoas na Síria neste sábado; veja

Segundo ONG, 40 pessoas foram mortas e dezenas ficaram feridas. Há várias semanas, o exército sírio acumula vitórias no sudeste de Aleppo.

Ao menos 40 pessoas morreram neste sábado (23) em ataques aéreos do exército sírio no distrito de Aleppo, a metrópole do norte, e sua província, informou o Observatório Sírio para os Direitos Humanos (OSDH).

Segundo a ONG, algumas pessoas foram mortas e dezenas ficaram feridas em ataque realizado com um helicóptero militar no bairro de Bab el-Tariq, no leste da segunda maior cidade da Síria, enquanto outras pessoas, incluindo uma mulher e uma criança, morreram em quatro ataques aéreos sobre a cidade de Al-Bab e da cidade de Tadef.

Um vídeo postado por ativistas na internet, evocando um "massacre terrível" em Tariq al-Bab, mostra uma multidão sobre uma montanha de escombros após o desabamento de pelo menos um prédio, com vários homens em busca de sobreviventes. Em outro vídeo, homens tentam apagar um incêndio em um micro-ônibus em meio a um cenário de destruição.

Além disso, pelo menos cinco soldados sírios foram mortos em uma emboscada por rebeldes no vilarejo de Tayyara, também na província de Aleppo, de acordo com o OSDH.

Há várias semanas, o exército sírio, apoiado por especialistas em guerrilha urbana do Hezbollah, acumula uma série de vitórias militares por meio de bombardeios, especialmente no sudeste de Aleppo, ante grupos rebeldes cada vez mais fragmentados.

Essa tática também lhe valeu conquistas na província de Damasco.

A Síria enfrenta há quase três anos uma guerra civil iniciada por protestos contra o regime do presidente Bashar al-Assad.

Fonte: G1