Ataques no Iraque matam vários policiais e militares, diz agência

Um grupo armado deteve um microônibus e disparou contra seus ocupantes.

Pelo menos dez pessoas morreram nesta quarta-feira, em sua maioria policiais e militares iraquianos, em vários ataques perpetrados no Iraque, informaram à Agência Efe fontes de segurança.

As fontes explicaram que o ataque de um grupo armado em um mercado popular da cidade de Mossul, 400 quilômetros ao norte de Bagdá, causou a morte de dois policiais.

Outros dois soldados faleceram e um terceiro ficou gravemente ferido na explosão de dois artefatos durante a passagem de seu veículo na área de Abu Greib, 25 quilômetros ao oeste da capital.

Em um atentado similar ocorrido também em Abu Greib, um policial morreu e dois ficaram feridos.

Enquanto isso, um grupo armado deteve um microônibus e disparou contra seus ocupantes no oeste de Mossul.

Neste ataque morreu um estudante universitário, e com a chegada de uma patrulha da polícia, morreu também um dos agentes em confrontos com os homens armados.

Por outro lado, desconhecidos mataram a tiros um oficial do Exército iraquiano que conduzia seu carro na aldeia de Al Hadr, 130 quilômetros ao sul de Mossul.

Em Tikrit, um professor universitário identificado como Sabah Baha el Din faleceu após a explosão de uma bomba colocada em seu carro, que estava estacionado na faculdade.

Além disso, um grupo armado matou um oficial dos serviços secretos na cidade de Al Mahmudiya, 30 quilômetros ao sul de Bagdá.

Fonte: Terra