Atentado suicida contra líder político deixa 3 mortos e 20 feridos em Cabul

O ataque aconteceu no mesmo dia em que está previsto o anúncio do início da quinta e última fase de transição da segurança no Afeganistão.

Um ataque suicida ocorrido nesta terça-feira (18) em Cabul contra o líder da etnia hazara, Mohammad Mohaqiq, matou três civis afegãos e deixou cerca de 20 feridos, informaram à Agência Efe fontes oficiais.


Atentado suicida contra líder político deixa 3 mortos e 20 feridos em Cabul

O terrorista detonou as bombas em frente à Comissão de Direitos Humanos do Afeganistão e tinha como alvo Mohaqiq, um antigo senhor da guerra e presidente do Partido da Unidade Islâmica, disse o porta-voz da polícia de Cabul, Dawood Amin.

"Mohaqiq sobreviveu ao atentado", afirmou Amin, que explicou que não está claro se o autor do atentado estava em uma bicicleta ou em um carro. No ataque ficaram feridos pelo menos quatro guarda-costas do líder político.

Consultado pela Efe, um porta-voz do Ministério do Interior afegão, Najeeb Danish, elevou para vinte o número de feridos, e informou que a maioria "são civis".

Danish acrescentou que as vítimas foram levadas para um hospital próximo do local do atentado.

O ataque aconteceu no mesmo dia em que está previsto o anúncio do início da quinta e última fase de transição da segurança no Afeganistão.

No término dessa fase, a segurança em todo o país ficará a cargo da polícia e do exército do país.

Fonte: UOL