Ativistas do Femen urinam sobre fotos de presidente da Ucrânia

Ativistas pedem o impeachment de Viktor Yanukovich após violenta repressão policial a protestos pró-União Europeia

Cinco ativistas do grupo feminista Femen urinaram neste domingo em Paris sobre várias fotos com o rosto do presidente ucraniano, Viktor Yanukovich, em protesto pela violenta dispersão de uma manifestação opositora na madrugada de sábado em Kiev.


Ativistas do Femen urinam sobre fotos de presidente da Ucr穗ia

As cinco se reuniram diante da embaixada ucraniana na capital francesa, com os seios desnudos, suas habituais coroas de flores e inscrições no corpo contra o presidente ucraniano.

"Sinceramente, queríamos o insultar", disse à Agência Efe a líder do movimento na França, Inna Shevchenko, uma das participantes do protesto de hoje, que terminou sem incidentes porque, segundo ela, as ativistas foram "rápidas".

Inna disse que o presidente ucraniano instaurou uma "ditadura" em seu país e explicou que com o novo ato de protesto tentavam mostrar sua solidariedade com os manifestantes opositores ao governo ucraniano que foram despejados violentamente pela polícia.

O grupo Femen também fez protestos na própria capital ucraniana. Com mensagens como "a ditadura deve morrer" pintadas no corpo, uma ativista pediu o impeachment de Yanukovich, em um protesto organizado próximo ao monastério Pechersk Lavra. O monastério serviu de abrigo a manifestantes que fugiam da violenta repressão policial na noite de sexta-feira.

Os protestos em Kiev ocorreram após a negativa do Executivo de Yanukovich de assinar o Acordo de Associação com a União Europeia (UE), com a justificativa de que as condições impostas pelos sócios europeus eram humilhantes para o país.

Fonte: Terra