Atriz processa revista que revelou seu caso com presidente francês Hollande

Revisra Closer publicou suposto affair entre François Hollande e Julie Gayet

A atriz Julie Gayet resolveu abrir um processo contra a revista Closer, que revelou na sexta-feira passada (10) sua relação com o presidente francês François Hollande, indicou nesta quinta-feira (16) a própria publicação.

A direção da Closer indicou que está sendo processada, mas se negou a fazer outros comentários a respeito.

Segundo fontes ligadas ao caso, a atriz pede da publicação R$ 160 mil (50 mil euros) por perdas e danos e R$ 12,8 mil (4.000 euros) pelos custos do processo.

Na terça-feira (14), Hollande reconheceu que está atravessando "um momento doloroso" em seu relacionamento com a jornalista Valérie Trierweiler após as revelações da imprensa sobre um affair com a atriz.

Ele também manifestou sua "total indignação" com a divulgação de um fato relativo à sua vida privada, mas acrescentou que não vai processar a revista Closer.

As revelações feitas na sexta-feira pela revista Closer sobre um suposto caso do chefe de Estado com a atriz Julie Gayet, seguidas pelo anúncio da hospitalização de Valérie Trierweiler, dominam o noticiário na França.

Valérie Trierweiler, companheira oficial do presidente francês, foi hospitalizada algumas horas após a divulgação das revelações feitas pela revista Closer. Ela permanece internada.

O escândalo é mais um percalço para Hollande, que viveu um momento político particularmente difícil em 2013 e se prepara para as eleições municipais de março.

Fonte: R7, www.r7.com