Autor de ataque que matou 9 negros em igreja é condenado à morte

Jurados escolheram sentenciar Dylann à pena de morte por massacre

Culpado pelo assassinato de nove pessoas, Dylann Roof,  de 22 anos, foi condenado à pena de morte nesta terça-feira (10).  O jovem é culpado pelo massacre de nove negros em uma igreja de Charlestone, na Carolina do Sul, Estados Unidos, em junho de 2015.


Em seu julgamento, o autor do massacre foi considerado culpado por 33 crimes pelo júri, entre eles assassinatos, crimes de ódio e obstrução de prática religiosa. Depois de três horas de deliberação, os jurados chegaram ao veredicto.

Durante todo o processo, Roof não demonstrou qualquer forma de remorso e admitiu, inclusive, que gostaria de originar uma “guerra racial”. Ele afirmou também que suas vítimas “pertenciam a uma raça inferior”.

O jovem supremacista disse se arrepender apenas dos “problemas” que causou às suas famílias e, em sua defesa, apelou para que os jurados votassem pela prisão perpétua e não pela sentença de morte. Em uma tentativa de justificar seus crimes, afirmou sentir ódio por pessoas negras.

Dylann Roof,  de 22 anos, foi condenado à pena de morte
Dylann Roof, de 22 anos, foi condenado à pena de morte


Fonte: iG