Auxiliar técnico da África do Sul morre em acidente de carro

A trágica morte deixou em choque a comunidade do futebol sul-africano e mundial

O auxiliar técnico da África do Sul Thomas Madigage, 40 anos, morreu, na última quinta-feira, em um acidente de carro próximo à cidade de Burgersfort, em Limpopo. A trágica morte deixou em choque a comunidade do futebol sul-africano e mundial, com lamentações de jogadores e políticos através de redes sociais e depoimentos à imprensa.

De acordo com o jornal britânico The Sun, Madigage, que estava sozinho no carro que dirigia, bateu o veículo em um animal que atravessava a pista entre 22h e 00h (horários locais) da última quinta. O auxiliar técnico da seleção sul-africana foi declarado morto ainda no local do acidente.

Logo após a divulgação da morte de Thomas, jogadores da África do Sul, como Dean Furman, Shaun Bartlett e Mark Fish usaram o Twitter para desabafar sofre o ocorrido, pedindo orações à família, além de mostrarem-se "chocados" e "devastados".

Já o presidente da África do Sul Jacon Zuma afirmou que a morte do auxiliar técnico, contratado em julho para a seleção do país, é uma perda para toda a nação. Zuma ainda lembrou as habilidades de Madigage em campo antes de encerrar a carreira como atleta: "tinha velocidade e agilidade, assim como habilidade para chutar de longa distância".

O presidente da Fifa Joseph Blatter, por sua vez, escreveu suas lamentações para a Federação Sul-Africana de Futebol, dizendo ter recebido a notícia da trágica morte com muita tristeza. Blatter ainda desejou condolências para o time nacional da África do Sul, para o clube SuperSport United, além de familiares e amigos de Madigage.

Na carreira, Thomas Madigage atuou por diversos clubes como jogador entre 1992 e 2003, até se aposentar, incluindo passagens pelo FC Zurich, da Suíça. Como auxiliar técnico, estava desde 2004 no SuperSport United, clube no qual conseguiu grandes títulos até se juntar à seleção nacional.



Fonte: Terra