Avião desaparece com 162 pessoas a bordo na Indonésia

Avião desaparece com 162 pessoas a bordo na Indonésia

Airbus da AirAsia com 162 a bordo sumiu após decolar rumo a Cingapura

O avião da AirAsia que desapareceu neste domingo (28), após decolar da Indonésia rumo a Cingapura, com 162 pessoas a bordo, solicitou à torre de controle uma mudança de rumo devido ao mau tempo, confirmaram a companhia aérea de baixo custo e o Ministério de Transporte da Indonésia.

Um porta-voz do ministério disse que o piloto do Airbus 320-200, que voava a cerca de 32 mil pés de altura (9,76 km), pediu permissão para subir até os 38 mil pés (11,59 km), segundo o diário local "Jakarta Globe".

O porta-voz disse que a solicitação aconteceu às 6h12 (20h12 no Brasil), menos de uma hora depois de decolar de Surabaya, na ilha de Java.

A AirAsia confirmou o pedido e assinalou que se deveu ao mau tempo e que aconteceu 'antes que a comunicação com o avião se perdesse, quando ainda estava (em contato) com a Torre de Controle Aéreo da Indonésia'.

 Um Boeing 737 da Força Aérea da Indonésia, seis navios e três helicópteros participam da operação de busca e resgate da aeronave desaparecida.

A zona de rastreamento se centra na ilha de Belitung e nas águas de seu entorno.

Belitung fica em frente à costa sudeste de Sumatra e a sudoeste da ilha de Bornéu, e compreende uma superfície de 4.800 km².

O avião do voo QZ-8501, decolou de Surabaya, às 5h20 hora local (19h20 em Brasília) com o propósito de aterrissar em Cingapura às 8h30 (22h30 de sábado, 27, no Brasil).

No avião viajavam uma tripulação formada por dois pilotos, um mecânico e quatro aeromoças, e 155 passageiros, incluindo 16 menores e um bebê. As nacionalidades são 156 indonésios, três coreanos, um malaio, um cingapurense e um francês.

Cingapura pôs à disposição da Indonésia aviões e pessoal para ajudar na operação de busca e resgate.




Clique aqui e curta o Portal Meio Norte no Facebook

Fonte: G1