Avó de 53 anos dá à luz netas gêmeas, após gerar 1ª neta nos Estados Unidos

Quando os médicos disseram à Ashley Larkin, de 28 anos, que ela não poderia gerar filhos, a jovem norte-americana não pensou duas vezes.

Quando os médicos disseram à Ashley Larkin, de 28 anos, que ela não poderia gerar filhos, a jovem norte-americana não pensou duas vezes antes de recorrer à própria mãe para ajudá-la. Aos 53 anos, Susie Kozisek topou ajudar a filha e se tornou, há exato um mês, mãe e avó de suas netas gêmeas.

No último 15 de julho, a família recebeu os novos membros: as pequenas Hallee e Hadlee. Larkin tem hipertensão pulmonar severa, uma condição de pressão arterial elevada, que torna a gravidez perigosa. Ela e o marido Jay Larkin já estavam procurando crianças para adotar quando Susie, ofereceu-se para ajudá-los... mais uma vez.

Na verdade, aos 49 anos, a norte-americana já tinha gerado a primeira filha do casal, Harper. Hoje, com 2 anos, a criança foi, ao mesmo tempo, filha e neta de Susie. ?Estávamos todos de coração partido por eles. Então, eu pensei que talvez pudesse ajudá-los?, contou Susie ao New York Daily News.



Ao contrário de barriga de aluguel, uma transportadora gestacional proporciona um útero, mas não doa seus próprios óvulos. O Larkins haviam realizado fertilização in vitro, em 2010, e mantido os embriões em uma clínica em Minnesota, nos Estados Unidos.



Embora a partir dos cinquenta anos a gestação seja desaconselhada, os médicos permitiram a nova aventura de Susie para ajudar a filha, pois da primeira vez ela não havia enfrentado dificuldades. Ambas as vezes, os médicos implantaram dois embriões no útero de Susie. A segunda gravidez acabou sendo a das gêmeas.

?Tenho certeza de que toda essa história nos aproximou ainda mais?, disse Susie. ?Foi algo que eu me senti muito privilegiada de fazer?.



Fonte: G1