Bebê com buraco no coração sobrevive após nove cirurgias

Bebê com buraco no coração sobrevive após nove cirurgias

Depois de 14 meses internado, seus pais finalmente poderão levá-lo para casa

Aaron Armstrong nasceu com um buraco no coração e sobreviveu a nove operações. Agora, seus pais poderão levá-lo para casa.

O bebê, que mora em Gateshead, no Reino Unido, passou os últimos 14 meses no hospital depois que foi diagnosticado com uma doença genética rara.

Exames mostraram que Aaron tinha um buraco no coração e sofria de problemas cardíacos, segundo o site do jornal "Daily Mail".

Além disso, os médicos também descobriram uma síndrome rara de perda do cromossomo, o que significa que a criança tende a sofrer problemas de aprendizagem e atrasos no desenvolvimento físico.

Para reparar seu problema no coração, Aaron passou por uma cirurgia de nove horas, aos seis meses de idade, para substituir uma válvula defeituosa por uma mecânica, com a finalidade de manter o órgão funcionando corretamente.

Mesmo passando por esse procedimento e por outros cuidados, não se sabe ainda como o bebê irá progredir conforme for crescendo.

Por enquanto, seus pais, Elaine, de 44 anos, e Allan, de 42 anos, estão felizes de poder levar o filho para casa depois de tanto tempo internado.

Fonte: Daily Mail