Bebê esmagado em aeroporto: mãe perdeu equilíbrio e deixa criança cair

Após ser levado pelo equipamento em movimento, menino teve a cabeça prensada em vão

Após o mundo ficar em choque com a morte de um bebê de cinco meses em um aeroporto na Espanha na última quinta-feira (19), uma informação ainda mais impressionante sobre o caso foi divulgada.

Ao contrário do que foi dito anteriormente, a mãe da criança não tinha deixado o bebê em cima da esteira, mas sim, subido nela para pegar uma bagagem enquanto segurava a criança nos braços. Ao perder o equilíbrio, ela teria deixado o bebê cair e, logo em seguida, ele foi esmagado pelo equipamento.

Segundo funcionários do aeroporto, a mulher, que estava viajando com outra criança mais velha, subiu na esteira depois que o carrinho de bebê ficou preso. Como não conseguia alcançá-lo, acionou com o pé o mecanismo automático do equipamento, colocando a esteira em movimento.

Ela segurava o bebê de cinco meses em um ?canguru?, e perdeu o equilíbrio.

A mãe caiu na esteira, o bebê escorregou do ?canguru? e foi levado pelo equipamento. Em poucos segundos, a criança ficou presa em um buraco de 10 cm entre duas bagagens.

Os gritos de horror da mãe chamaram atenção dos funcionários do aeroporto, incluindo policiais e seguranças. Paramédicos tentaram reanimar o pequeno garoto, mas ele tinha ferimentos muito graves na cabeça, que indicavam uma possível fratura do crânio, segundo informações do jornal britânico Daily Mail.

Ele foi declarado morto no local, no setor de bagagens do aeroporto de Alicante-Elche.

Segundo testemunhas, o terrível episódio durou apenas poucos segundos, sem dar qualquer possibilidade de reação à mãe.

De acordo com o jornal La Informacion, a esteira pode não ter sido acionada pela mãe, e sim, começado a se mover sozinha, após detectar que havia algo sobre ela.

Houve relatos de que a família teria sido obrigada a aguardar até a chegada de um juiz para que o bebê pudesse ser removido, de acordo com as leis espanholas.

A família, que não teve sua identidade revelada, tinha saído de Londres. O pai da criança estaria viajando separadamente do restante dos familiares, mas estaria com as crianças e sua mulher no hall do aeroporto quando o acidente aconteceu.

Um porta-voz da polícia civil de Alicante disse que as causas do acidente estão sendo investigadas. Segundo ele, um relatório estará disponível em cerca de duas semanas.

A família está hospedada em um hotel, aguardando os desdobramentos da tragédia. A rede de notícias CNN confirmou que a mãe é americana, e o pai, canadense.

Fonte: r7