Bebê, que nasceu do tamanho de uma lata de refrigerante, sobrevive;confira

Sua mãe, Laurie Clarke, não foi autorizada a pegar sua filha no colo por três meses

Com apenas 300 gramas, ele era o menor bebê já registrado pela Universidade de San Diego. Ao longo dos últimos 6 meses, Alexis melhorou e ganhou peso, mesmo com todas as negativas médicas sobre seu possível desenvolvimento. Agora com 3,31 Kg, ela finalmente poderá ir pra casa.

Sua mãe, Laurie Clarke, não foi autorizada a pegar sua filha no colo por três meses: ?Honestamente foi um monte de ?o que eu fiz de errado???, disse.

Outros bebês como Alexis já nasceram no mundo, mas a taxa de sobrevivência é extremamente baixa. Muitos nascem com alguns problemas de má formação e com enorme fragilidade.

?20 anos atrás ela não teria sobrevivido. Eu não posso acreditar que ela está 10 vezes maior do que era. Não posso acreditar que agora parece um bebê normal?, comentou Krishelle Marc-Aurele, médica pediatra responsável por cuidar da recém-nascida.

A família agora está pedindo doações para que as pessoas possam ajudar a unidade de terapia intensiva onde Alexis ficou mais de 6 meses internada.


Bebê, que nasceu do tamanho de uma lata de refrigerante, sobrevive

Bebê, que nasceu do tamanho de uma lata de refrigerante, sobrevive

Bebê, que nasceu do tamanho de uma lata de refrigerante, sobrevive

Fonte: Jornal Ciência