Berlusconi é condenado a prestar serviços comunitários para idosos

A sentença do juiz Pasquale Nobile de Santis determina que Berlusconi trabalhe "pelo menos um dia da semana e não menos do que quatro horas"


Berlusconi é condenado a prestar serviços comunitários para idosos

O ex-primeiro-ministro da Itália Silvio Berlusconi continuará longe da cadeia mesmo após várias condenações na Justiça e escândalos sexuais. Mas a trajetória do homem que já foi o mais poderoso da Itália continua em queda. Nesta terça-feira (15), um juiz de Milão condenou Berlusconi a prestar serviços comunitários.

A sentença do juiz Pasquale Nobile de Santis determina que Berlusconi trabalhe "pelo menos um dia da semana e não menos do que quatro horas" em um centro para idosos e deficientes físicos próximo de Arcore, durante um ano. A pena substitui a proposta inicial da promotoria, de prisão domiciliar. Como o ex-primeiro-ministro tem mais de 70 anos, ele não pode ser preso, de acordo com a legislação italiana.

O veredicto também determina que Berlusconi só poderá sair da região da Lombardia, no norte da Itália, para ir para sua casa em Roma de terça-feira a quinta-feira, com a obrigação de retornar para sua residência em Arcore às 23h de quinta-feira. Além disso, ele não pode exercer cargos públicos pelos próximos dois anos.

Berlusconi foi condenado pela acusação de aumentar artificialmente o preço dos direitos de difusão de filmes, comprados por empresas de fachada de sua propriedade e revendidos ao grupo Mediaset. O esquema fez com que o grupo reduzisse os lucros declarados às autoridades financeiras. Com isso, eles conseguiam sonegar grande quantidade de impostos.

A sentença foi bem recebida pelos advogados de Berlusconi. O ex-primeiro-minstro, um dos líderes do partido Forza Italia, estava lutando para evitar a prisão domiciliar, o que impediria sua participação na campanha eleitoral este ano. Com a mudança de pena, os advogados acreditam que ele terá condições de participar da campanha de seus aliados, mesmo sem poder ser eleito.

Segundo a imprensa italiana, Berlusconi disse que cumprirá a pena em um centro de reabilitação para idosos, doentes e deficientes situado na cidade de Cesano Boscone, na província de Milão, e administrado pela Fundação Sacra Família.

Fonte: Época