Berlusconi é criticado ao gastar R$ 163 mil em escultura

Berlusconi é criticado ao gastar R$ 163 mil em escultura

Arquiteto oficial defendeu restauração e disse que partes são "removíveis"

Uma estátua romana do deus Marte que fica no escritório do premiê italiano, Silvio Berlusconi, teve seu pênis restaurado a pedido "expresso" do conservador, segundo a imprensa local.

A estátua do século II mostra Marte, deus da guerra, ao lado de Vênus, deusa do amor e da beleza.

A restauração -que não seguiu a técnica tradicional, segundo o "La Repubblica- custou cerca de ? 70 mil (R$ 163 mil).

O trabalho foi feito seguindo "ordens expressas" do premiê, segundo a reportagem.

A estátua foi emprestada do museu das Termas de Diocleciano, e está agora na entrada do escritório do premiê no Palazzo Chigi, em Roma.

Mario Catalano, arquiteto oficial de Berlusconi, alegou que a restauração foi autorizada, e que as partes do corpo adicionadas às estátuas são "removíveis".

Os restauradores também adicionaram uma mão nova para Marte e outra para Vênus.

Os pênis eram frequentemente arrancados das antigas estátuas romanas, no passado, para servir de lembranças. Na era cristã, eles também eram tirados por pudor.

O esquerdista "La Repubblica" afirma que a quantia de dinheiro gasta na restauração foi absurda, considerando os cortes que a Itália tem imposto ao seu orçamento para a cultura. A oposição também criticou.

Berlusconi está atualmente envolvido em escândalos sexuais e vai enfrentar duas moções de confiança no Parlamento, em 14 de dezembro, o que o pode obrigar a convocar eleições antecipadas.

Fonte: g1, www.g1.com.br