Bill Gates, fundador da Microsoft, oferece US$ 1 milhão pela camisinha que aumente prazer sexual

Bill Gates, fundador da Microsoft, oferece US$ 1 milhão pela camisinha que aumente prazer sexual

A iniciativa faz parte do programa Grand Challenges Explorations, da Fundação Bill & Melinda Gates.

Quer fazer o bem e, de quebra, ficar milionário? Então, comece a pensar agora em uma maneira de desenvolver camisinhas que ?aumentem ou preservem significativamente o prazer?. O magnata norte-americano Bill Gates, fundador da Microsoft, está oferecendo até US$ 1 milhão por elas.

Por quê? Ao redor do mundo, os índices de uso de camisinha estão despencando e, para Gates, a rejeição pouco tem a ver com falta de informação ou questões religiosas. O problema estaria na ?falta de modernidade? dos preservativos, que desde a década de 1960 não tiveram nenhuma mudança considerável na sua forma de produção ? ou seja, estão ultrapassados.

O fundador da Microsoft considera legítimas as reclamações de que as camisinhas diminuem o prazer nas relações sexuais e podem comprometer a ereção masculina ? embora considere seu uso necessário ? por isso, quer dar sua contribuição à causa incentivando a pesquisa de preservativos que garantam maior prazer sexual.

A iniciativa faz parte do programa Grand Challenges Explorations, da Fundação Bill & Melinda Gates. Até 12/11, qualquer pessoa que tenha uma boa ideia para desenvolver camisinhas mais prazerosas ? e, consequentemente, incentivar seu uso ? pode se inscrever no desafio. Os projetos selecionados pela organização têm apoio inicial de US$ 100 mil, mas se forem bem-sucedidos podem concorrer a financiamentos adicionais de até US$ 1 milhão. É ou não é um bom incentivo para colocar os neurônios pra funcionar e ter uma boa ideia?

No Brasil, a invenção seria de grande valia. Pesquisa feita pelo Ministério da Saúde, em 2013, revelou que menos da metade da população sexualmente ativa usa preservativo nas relações com parceiros casuais, ficando exposta a uma série de doenças e à gravidez indesejada.

Fonte: Super Interessante