Bomba incendiária atirada contra banco na China deixa 39 feridos

Explosão ocorreu durante reunião de funcionários. Não há ainda informações sobre o autor do ataque.

Uma bomba incendiária explodiu em um banco na província chinesa de Gansu, no noroeste do país, deixando 39 feridos, dos quais seis em estado grave, informam as agências internacionais de notícias nesta sexta-feira (13).

Uma pessoa teria lançado um coquetel molotov às 9h local (22h em Brasília de quinta) contra o prédio de uma agência bancária da cidade de Wuwei, no distrito autônomo (tibetano) de Tianzhu.

No momento do ataque ocorria uma reunião de funcionários.

Segundo testemunhas, várias pessoas se atiraram pela janela da sala de reunião, no quarto andar do prédio do banco.



Mais cedo, a agência Nova China havia informado dezenas de "mortos ou feridos" no ataque ao banco. Mas até 3h30 desta sexta não havia confirmação de mortos.

Duas horas após o ataque, socorristas e policiais permaneciam em torno do prédio atingido, cuja rua foi bloqueada.

Ao menos um terço da população do distrito de Tianzhu, que reúne mais de 210 mil habitantes, pertence a etnia tibetana, destacou a agência de notícias. Não há informações se o ataque teve motivações políticas tampouco sobre o autor do atentado.

Fonte: g1, www.g1.com.br