Brasileira é achada morta amarrada em cama em Portugal

Ela tinha dupla cidadania e morava há seis anos em Portugal.

Na última quinta-feira (14), a brasileira Mirian da Costa Nunes, de 53 anos, foi encontrada morta e amarrada à própria cama na cidade de Terras Vedras, que fica a 53 km de distância de Lisboa, em Portugal.

Ela tinha dupla cidadania e morava há seis anos em Portugal.

Mirian já tinha trabalhado como empregada doméstica no país e atualmente emprestava dinheiro a juros e investia em joias, que guardava em casa.

A família de Mirian não se pronunciou sobre o ocorrido e o Palácio do Itamaraty anunciou que os parentes receberão toda a assistência do consulado brasileiro em Lisboa.

Uma das filhas de Mirian estaria tentando conseguir um passaporte de emergência.

A família estaria indignada pela falta de informações. Ninguém sabe dizer, oficialmente, o que aconteceu.

Os parentes de Mirian suspeitariam de uma amiga dela, que também era brasileira.

As suspeitas surgiram porque todas as amigas de Mirian que moram em Portugal teriam ligado para a família, menos essa.

Para a polícia local, Mirian, que estava com pés e mãos amarrados, teria sido asfixiada.



Fonte: r7