Brasileira é julgada na França por tirar filhos do país

O julgamento, ao qual a acusada pode se opor porque não foi citada regularmente

O tribunal de Colmar, no nordeste da França, condenou nesta sexta-feira a dois anos de prisão uma brasileira de 36 anos acusada por seu ex-marido de sequestrar seus três filhos, de nacionalidade francesa, de 4, 6 e 8 anos, segundo informações da secretaria do tribunal. Sandra Marques Macedo foi julgada à revelia em 7 de dezembro.

Após viajar de férias ao Brasil em 2006, com as crianças, ela sempre se recusou a voltar para a França, segundo a acusação. O tribunal não emitiu mandado de prisão, ao contrário das exigências do promotor.

O julgamento, ao qual a acusada pode se opor porque não foi citada regularmente, é uma etapa na longa batalha judicial de Alain Gerber, empresário francês de 44 anos. A Justiça francesa autorizou o divórcio do casal e concedeu a custódia das crianças a Gerber. No entanto, a Justiça brasileira a concedeu à mãe, que vive com os filhos na casa de seus pais em Fortaleza (CE).

De acordo com Gerber, sua ex-mulher disse de forma enganosa que ele havia abandonado a família depois de se mudar para o Brasil. Para Véronique Chauveau, advogada de Gerber, os juízes brasileiros violaram a Convenção de Haia sobre a proteção das crianças e a cooperação em matéria de adoção internacional. Gerber viu seus filhos apenas por algumas horas, no Brasil, em fevereiro de 2009.

Fonte: Terra, www.terra.com.br