Brasileiro adotado por holandeses sonha em conhecer família biológica no país

O jovem trabalha como policial e sonha em ser músico, com o nome artístico de Viraldo. Carlos é apaixonado pelo Brasil, tatuou a bandeira no braço e escreve canções em homenagem ao país.

O jovem Carlos Hogendorp, de 21 anos, está prestes a realizar um sonho. Ele virá ao Brasil em breve para conhecer a família biológica. O jovem foi adotado aos quatro anos de idade por uma família holandesa, e vive no país desde então, mas ele nunca abandonou a vontade de conhecer a família biológica.

Carlos e os irmãos Isabel Hogendorp, de 20 anos, e Jos Hogendorp, de 23 anos, nasceram no Leme, em São Paulo, e têm outros seis irmãos que moram no Brasil. Mas é Carlos que tem a maior vontade de conhecer a família brasileira. Quando a ex-mulher dele engravidou, há pouco mais de um ano, ele sentiu um desejo maior de reencontrar os familiares.

Para isso, ele participou de um programa de TV na Holanda especializado em reencontrar famílias. A mãe participou do programa, e desde então ele mantém contato com uma irmã pela internet. — Fico sem palavras. Só penso naquele momento que os vi através das câmeras e escutei suas vozes. As palavras dos meus dois irmãozinhos caçulas que diziam que tudo o que eles mais queriam era ter o nosso amor não saem da minha cabeça — disse.

— Estou muito nervoso, e quero muito conhecer eles. Meu objetivo é contar minha história para o Brasil. Fui levado para o outro canto do mundo sem a autorização da minha família. Minha mãe acabou de sair da cadeia e meu pai faleceu — contou Carlos.

O jovem trabalha como policial e sonha em ser músico, com o nome artístico de Viraldo. Carlos é apaixonado pelo Brasil, tatuou a bandeira no braço e escreve canções em homenagem ao país.

— A minha vida na Holanda foi muito dura, muito difícil. A música me salvou, pois essa é a única maneira de comunicação que eu compreendo. Na minha adolescência eu tinha muita dificuldade em ser diferente e de não ter tido um exemplo para me espelhar. Fugi de casa aos 14 anos, e tudo que eu mais quero na minha vida é rever minha mãe e reencontrar a minha família — disse.




Fonte: Extra