Britânica conta história de avó que foi gerada e perdeu o pai no Titanic

O naufrágio matou 1.514 pessoas

O naufrágio do Titanic, em abril de 1912, foi uma das maiores tragédias da História. Cem anos depois, ainda surgem histórias e rumores sobre a viagem a Nova York interrompida após a colisão com um iceberg no Atlântico Norte.

O naufrágio matou 1.514 pessoas. Mas o Titanic não é marcado apenas pela tragédia e pelas mortes. Que o diga a britânica Beverley Farmer...

A bisavó dela viajava no navio com o amante, um homem casado. A avó de Beverley foi gerada naquela fatídica viagem. O destino se encarregou do resto: Kate Florence Phillips, a bisavó, sobreviveu ao desastre marítimo. O amante, não.

Kate retornou a Worcester (Inglaterra) grávida e solteira. Imagine...

Trinta e nove semanas após o Titanic afundar, Ellen, a avó de Beverley, nasceu.





Fonte: O Globo