Mulher perde 95 quilos depois de descobrir que para de respirar 100 vezes durante sono

Mulher perde 95 quilos depois de descobrir que para de respirar 100 vezes durante sono

Por causa da apneia do sono, Michelle Shufflebotham foi obrigada a deixar o emprego

Uma cabeleireira conseguiu perder 95 quilos depois de descobrir que parava de respirar centenas de vezes enquanto dormia. Algumas vezes, por mais de 10 segundos. Por causa da apneia do sono, Michelle Shufflebotham foi obrigada a deixar o emprego. Isso porque ela cochilou enquanto cortava o cabelo de uma cliente. Na época, pesava 171 quilos.

- Foi terrível - relembrou ela - O problema começou há mais de 10 anos. Eu me sentia cansada constantemente, cochilava em qualquer lugar e a qualquer hora do dia. Mas ficou cada vez pior, eu não tinha energia para nada e ganhei muito peso em pouco tempo - relembrou ela.

A apneia privava Michelle de um sono reparador, e ela se sentia cansada e deprimida durante todo o dia. A britânica da cidade de Stoke, Inglaterra, passou 12 anos com o problema, sem saber. Conforme o peso aumentava, a quantidade de paradas respiratórias durante a noite também subia.

Michelle depois da cirurgia Michelle depois da cirurgia Foto: Reprodução / Mail Online

Exames apontaram que Michelle tinha apenas 35% do oxigênio necessário nos pulmões. Por isso se cansava facilmente e precisava sentar para tomar um ar, sempre que fazia uma simples tarefa doméstica. Um médico chegou a dizer que se a cabeleireira não tomasse uma atitude, não viveria mais de um ano.

Após o alerta, Michelle decidiu mudar de vida e se submeteu a uma cirurgia de redução de estômago. O procedimento deu certo e hoje, com 95 quilos a menos, a britânica de 40 anos já pode dormir em paz.

A grande perda de peso da cabeleireira também ajudou a melhorar o sono dela. Michelle voltou para o antigo emprego no salão de beleza e não leva mais jatos de água fria no rosto para acordar dos cochilos inoportunos.

- Eu não consigo acreditar que há dois anos eu dormia no ônibus e precisava me sentar até para cortar o cabelo dos clientes. Eu devo minha vida à cirurgia e a todos aqueles que cuidaram de mim no hospital. Foi a coisa mais importante que aconteceu na minha vida - avaliou Michelle.



Fonte: EGO