Britânico de 19 anos confessa ter matado o irmão gêmeo ‘por acidente’

Britânico de 19 anos confessa ter matado o irmão gêmeo ‘por acidente’

A mãe deles ficou totalmente desolada quando descobriu a morte do filho

Um jovem britânico, de 19 anos, foi preso, depois de confessar ter matado o irmão gêmeo. Segundo o jornal ?The Sun?, o corpo de Michael Goodman foi encontrado em abril, 13 meses depois que ele foi visto pela última vez, perto da casa onde ele vivia, na Espanha, com o gêmeo Ryan, a mãe, o avô e dois irmãos mais novos.

Uma pessoa que caminhava perto da casa da família encontrou os restos mortais escondidos debaixo de galhos, perto de uma cerca ao redor da propriedade. Ryan foi detido pela polícia, suspeito do assassinato, depois que exames de DNA confirmara que o corpo era de Michael.

Ryan contou aos investigadores que matou o irmão por acidente. Michael teria batido a cabeça na quina de uma porta, durante uma discussão violenta com o gêmeo. Os dois brigavam por causa de um dinheiro que havia sumido da bolsa da mãe. Ryan disse que entrou em pânico quando notou que o irmão estava morto, e queimou o corpo para esconder o crime.

O britânico deve ficar sob custódia na Espanha pelos próximos seis meses, enquanto a investigação prossegue. A mãe dos gêmeos, que não teve o nome divulgado, acredita que a morte foi acidental.

- A mãe deles ficou totalmente desolada quando descobriu a morte do filho - contou um vizinho da família. - E o corpo estava apenas a alguns metros da casa deles.

Fonte: Extra