Caçadora é criticada após matar animais e divulgar fotos na web

Caçadora é criticada após matar animais e divulgar fotos na web

A petição contra a jovem afirma que existe “para o bem de todos os animais, especialmente os animais na região da África

Uma caçadora norte-americana está sendo duramente criticada por internautas por usar uma rede social para divulgar fotos do animais que ela abateu, na África. Kendall Jones, de 19 anos, já é alvo de uma petição - com mais de 40 mil assinaturas - para que as imagens publicadas em seu perfil no Facebook sejam censuradas. As informações são do jornal The New York Post.

Nos cliques, a caçadora aparece ao lado de animais africanos mortos - alguns, sedados. Entre eles estão: um leão, um rinoceronte, um antílope, um leopardo, um elefante, uma zebra e até um hipopótamo. Kendall ostenta um belo sorriso nas imagens, junto as quais ela publica um breve relato da caça.

A petição contra a jovem afirma que existe ?para o bem de todos os animais, especialmente os animais na região da África, onde os caçadores estão pegando em armas para matá-los!? e acrescenta: ?Parece que o Facebook não está preocupado com o que Kendall Jones está promovendo em sua página?.

Comentando em uma foto de Kendall segurando a cabeça de um grande leão, um usuário disse: ?Como alguém poderia tirar a vida de um animal tão bonito e sorrir? Eu não entendo. Isso é doentio!?. Outro acrescentou: ?Eu sou um caçador e me orgulho disso. Mas, eu como o que caço e só caço animais em superpopulação?.

Segundo a caçadora, alguns dos animais com os quais ela posou com não foram mortos a tiros, mas sedados para estudos e fins educacionais. Apesar de suas explicações, os usuários do Facebook continuam a criticá-la. ?África não precisa de uma escória como você?, escreveu um usuário. ?Volte para onde você veio?.













Fonte: Extra