Cadeirante de 88 anos morre após filha deixá-la sem comida e água por 10 dias na Pensilvânia

Cadeirante de 88 anos morre após filha deixá-la sem comida e água por 10 dias na Pensilvânia

Acusada alegou que estava honrando o desejo da mãe de morrer em casa

Uma mulher da Pensilvânia que abandonou a mãe, uma senhora cadeirante de 88 anos, sem comida e água durante 10 dias, foi condenada à prisão após a morte da idosa.

Janice Harmes, 67 anos, não contestou a acusação de assassinato em terceiro grau decorrente da morte de sua mãe, Janet Bastendorf, em janeiro deste ano. Antes de morrer, a senhora ficou com a fralda cheia de fezes e sem cuidado algum. A filha ainda levou o celular da idosa embora ao deixar a casa.

De acordo com o jornal New York Daily News, ao ouvir do juiz James Cullen que sua atitude era "indesculpável e repreensível", Janice apenas alegou que estava honrando o desejo da mãe de morrer em casa.

A acusada foi condenada à pena mínima de seis anos de prisão, com pena máxima de 12 anos. O juiz também a condenou por não levar a mãe ao hospital ou cuidar dela da maneira devida.

A mulher idosa morreu de septicemia, uma infecção causada por feridas não cuidadas.

Fonte: r7